Medo de dormir sozinho: o que fazer? | A Toca do Bebê
WhatsApp A Toca do Bebe
Central de Atendimento:
(19) 3835-4663

Medo de dormir sozinho: o que fazer?

Publicado: 18/03/2019

Desde pequenos, os filhos costumam dormir com os pais por questão de facilidade e segurança: é mais fácil para trocar, para observar, para ouvir caso o bebê chore. Com o passar do tempo, a criança se acostuma a dormir sempre com companhia por perto.


Surge, no entanto, o problema: como convencê-los a dormir em seus próprios quartos?
Muitas crianças relatam ter medo do escuro, do bicho-papão, de ficarem sozinhos.
Como contornar essa situação sem se sentir culpado ou criar traumas?


Especialistas afirmam que essa é uma transição que deve ser feita de forma gradual e natural. A hora do sono é fundamental para o crescimento e desenvolvimento das crianças. Confira algumas dicas:


Rotina é indispensável

É importante que a criança tenha horário certo para dormir. No horário determinado, é recomendado que a criança se afaste de distrações como TV e celulares, tome um banho morno, escove os dentes e coloque o pijaminha, preparando-se para relaxar.


Uma boa história

Leia para seu filho. Uma historinha antes de dormir deixa a imaginação solta e a voz dos pais acalma e ajuda a relaxar. Escolha um livro de contos, uma história em quadrinhos, o que preferir - menos histórias de terror ou muito estimulantes.


Deixe a criança sozinha

Independência é fundamental e deixar os pequenos caírem no sono sozinhos faz com que eles não dependam da presença dos pais para adormecer. Conte a história, dê um beijo de boa noite, cubra a criança e saia do quarto.


Mamãe, eu tenho medo!

O medo do escuro é comum em crianças (e em alguns adultos também). Você pode contornar essa situação com luminárias de personagens infantis, bichinhos de pelúcia ou cobertores da sorte. Na infância, nossa imaginação é muito fértil. Use essa imaginação a seu favor: incentive a criança a criar cenários positivos, a imaginar histórias legais e a recordar seus contos preferidos.


Fique atento ao que seu filho assiste

O estímulo de filmes, desenhos ou vídeo-games pode influenciar muito na hora de dormir. Certifique-se de que a criança tenha acesso a conteúdos infantis apenas. Filmes de terror ou jogos violentos podem deixar a criança inquieta e com medo de dormir.


Tenha paciência

Lembre-se que você também já foi criança e que passou pelos mesmos desafios. Leve a criança de volta para a cama dela quantas vezes forem necessárias, acalme seus medos e esteja sempre lá para garantir apoio e segurança. Não adianta gritar ou brigar com a criança, isso pode até piorar a situação.


Terapia em casos mais graves

Nada disso funcionou? Então é hora de procurar tratamento profissional de um terapeuta ou psicólogo infantil. Algumas sessões são suficientes na maioria dos casos.


Com amor e carinho, é possível contornar essa situação.

Voltar

Nossos Parceiros


Receba nossas Ofertas e Novidades